terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Cronograma 2017



Cronograma do COA Vales para 2017
Data: 14 e 15/01/2017
Local: Piquiri e Margens do Camaquâ, no interior do Município de Encruzilhada do Sul.
Acesso: maiores informações com João e Rodrigo.
Observações: No Piquiri é possível realizar observação da estrada, pois a circulação é livre por estradas e corredores entre as propriedades. Pode-se fazer o trajeto de carro ou a pé, aproveitando os melhores locais. O local apresenta diversidade de ambientes, como campos nativos e antropizados, matas de galeria nas margens dos arroios, algumas plantações e também áreas com silvicultura. O local está distante cerca de 60 km da sede do município. Não se tem uma estimativa das espécies encontradas lá, visto que as observações são realizadas informalmente por dois integrantes do COA Vales. Nas margens do Rio Camaquâ, existem várias áreas que podem ser exploradas nesta região, mas citarei somente uma. O acesso pode ser feito via RS471 até a ponte do Rio Camaquã. É uma trilha com livre acesso e com cerca de 8 km de extensão até a localidade de Pesqueiro Rico. A trilha é feita por um antigo caminho, hoje estrada abandonada, pelas margens do Rio. Durante o percurso há diversos tipos de ambientes e de paisagens, com áreas bem preservadas. Não se tem uma lista de espécies do local, pois os integrantes realizam observações esporádicas por lá.
Figura 1: Piquiri. Fonte: Imagem do Google Earth, elaborado por Cleberton Bianchini.


Figura 2:  Margens do Rio Camaquâ, no interior do município de Encruzilhada do Sul. Fonte: Imagem do Google Earth, elaborado por Cleberton Bianchini.

Data: 12-02-2017
Local: Perau da Nega no interior do município de Boqueirão do Leão
Acesso: Seguir por uma estrada de chão, por cerca de 5km a partir da prefeitura de Boqueirão do Leão.
Observações: Local com cerca de 800 hectares de vegetação. O local é um ponto turístico do município e não tem problema de ir praticar observação lá. Tem-se a possibilidade de fazer algumas trilhas no local, tanto na parte de baixo como na parte de cima do perau (não conheço a trilha superior). Até o momento não realizamos observações lá, mas a área parece promissora, além de que o Belton menciona a ocorrência de Spizaetus tyrannus (Gavião pega macaco) e Procnias nudicollis (Araponga).
 Figura 3: Perau da Nega no interior do município de Boqueirão do Leão.  Fonte: Imagem do Google Earth, elaborado por Cleberton Bianchini.

Data: 12-03-2017
Local: caminho de Constantino no interior de Progresso.
Acesso: Partindo de lajeado, deve-se seguir pela BR 386, em direção a Soledade, até a ponte sobre o Rio Fão, tornar a esquerda e seguir pela estrada de chão por cerca de 18 km.
Observações: Realizaremos um trajeto de cerca de 3,3 km nas encostas do Rio Fão. Não conheço o local, mas parece-me uma estrada de circulação de veículos.
Figura 4: Caminho de Constantino no interior de Progresso: Fonte: Imagem do Google Earth, elaborado por Cleberton Bianchini.

Data: 09-04-2017
Local: Caminho no Viaduto 13, no interior do Município de Vespasiano Corrêa.
Acesso: seguir por estrada de chão, por cerca de 18 km, a partir do acesso ao V13 na cidade de Muçum na RS 129.
Observações: O local fica no vale do Rio Guaporé, próximo ao Viaduto 13 (V13). O V13 é um importante ponto turístico da região do Vale do Taquari estando situado a 18km da RS 130, na altura da cidade de muçum. Tem a possibilidade de alojamento do Refúgio Eco Explorer (www.refugioexplorer.com.br) com capacidade de alojamento para 26 pessoas. A trilha sugerida tem cerca de 3,5 km e está situada toda dentro da mata. A região apresenta altitudes na casa dos 400 metros e possui uma grande área de vegetação interligada devido ao Vale do Rio Guaporé. Ainda não se tem uma lista de espécies do local, visto que não realizamos nenhuma saída de observação para este local.
Figura 5:  Caminho sugerido próximo ao V13, no interior do município de Vespasiano Corrêa. Fonte: Imagem do Google Earth, elaborado por Cleberton Bianchini.

Data: 05 e 06/08/2017
Local: Fazenda Lagoa do Coração, no interior do Município de Rio Pardo.
Acesso: próximo a cidade, falar com Samuel para combinar com o proprietário da Fazenda.
Observações: Já realizamos saída para este local no ano de 2015, foi muito proveitosa. Registramos 124 espécies somente em um dia. Possui diversidade de ambientes com campos e vegetação florestal além de áreas alagadas e lagoas, fica na transição do Pampa com a Mata Atlântica. Os proprietários colocaram à disposição um local para pernoite caso desejarmos fazer mais observações lá. O relato completo desta saída pode ser conferido aqui.
Figura 6:  Fazenda Lagoa do Coração, no interior do município de Rio Pardo. Fonte: Imagem do Google Earth, elaborado por Cleberton Bianchini.



Data: 03/09/2017
Local: Tamanduá, no interior do Município de Marques de Souza.
Acesso: seguir pela BR386 até o distrito de Tamanduá, em Marques de Souza.
Observações: Já realizamos saída para lá no ano de 2015 e 2016. O relato da saída pode ser conferida no Blog do COA Vales. Maiores informações aqui.


Figura 8:  Percurso em Tamanduá, no interior do município de Marques de Souza. Fonte: Imagem do Google Earth, elaborado por Cleberton Bianchini.



Data: final de setembro ou inicio de outubro
Local: Piquiri no interior de Encruzilhada do Sul.
Acesso: pela rodovia BR287.
Observações: Pessoal de Encruzilhada está organizando o evento. Há relatos da ocorrência do Cardeal amarelo nestas bandas.









Nenhum comentário:

Postar um comentário